domingo, 18 de março de 2018

MilaResendes: cozinhando pão na boca do fogão

Pão assado

"Conheço" a Neide do Come-se! a um bom bocado de tempo e ela é uma super expert em cozinha que eu chamo de alternativa: ingredientes únicos e modo de preparo incrível, ou seja, ela vai a cata da baga invés de comprar o industrializado... e isso, em tempos de muito abrir pacotes hermeticamente fechado quer dizer muito.

Sempre que possível tento sair um pouco desse modo mais "automático" de viver e tento utilizar ou ingredientes mais naturais, ou então, utilizar uma forma mais "antiquada" de fazer uma mesma coisa.

Não sei se consegui me fazer entender, mas tento descascar mais e desembalar menos... kkk

Ontem cheguei em casa de noite e me deu aquela vontade de fazer um pão, que na teoria deveria ser uma versão de pão batido assado no forno. Mas, nestas noites tem estado bem friozinho pro verão que estamos e acabou que entre a primeira levedura e a segunda se passaram muitas horas e não tive ânimo de levantar mais cedo pra assar no forno em casa... 
Bom, e daí, você vai dizer; catei pão sovado num braço, uma panela com tampa no outro e troteei aqui pra loja onde só tenho fogão a gás comum... Mas lembrei da minha mãe quando éramos crianças assando bolo numa forma igual essa que tu comprou e ela assava bolo na boca do fogão... e pensei, porque não?
Tive de enjambrar uma tampa pra pôr no fundo da panela e lá se foi o pãozinho pra cozinhar... 

Cozinhei em fogo baixo com tampa

Pus uma chapa de alumínio por baixo da panela pra "espalhar" a chama

Meu pãozinho fofinho, cozidinho... lindinho!

Minha mini-cozinha na loja

Desenhos pintados por mim e pela Gigi, na nossa fase Romero Brito kkkk


Olha, o cheiro ficou incrível, o gosto (pra primeira vez que fiz a receita desse modo) ficou bom e o mais importante, o medo do desconhecido foi vencido, e o cozimento foi super aprovado!

Daí se tira a lição: faça! 

Como lá no início falei sobre a inspiração que a Neide é pra mim, quero compartilhar com vocês a experiência que ela compartilhou lá nos idos de 2011 sobre assar bolos na boca do fogão, conheçam a Neide e embrenhem-se no seu mundo, não se arrependerão! 


Beijo a todos!

MilaResendes

Dica de livro:



Este livro está disponível para ler clicando no endereço acima; ele é resultado de um trabalho com as merendeiras de Uauá, Euclides da Cunha, Curaçá e Sobradinho. Ele não está à venda, pois foi feito para merendeiras, agricultores, professores e gestores. Mas você poderá baixá-lo a partir do link. 
Aproveite, divulgue, dê crédito. 
Parabéns Neide! Parabéns Programa Semear e à equipe da Coopercuc e todos os demais envolvidos!

Boas leituras!

Nenhum comentário:

Postar um comentário