quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Livro Em nome da rosa, Umberto Eco


"Chegando ao fim desta minha vida de pecador, enquanto, encanecido, envelheço como o mundo, à espera de perder-me no abismo sem fundo da divindade silenciosa e deserta, participando da luz inconversivel  das inteligências angélicas, já entrevado com meu corpo pesado e doente nesta cela do caro mosteiro de Melk, apresto-me a deixar sobre este pergaminho o testemunho dos eventos mirificos e formidáveis a que na juventude me foi dado a assistir, repetindo verbatim quando vi e ouvi, sem me aventurar a tirar disso um desenho, como a deixar aos que virão (se o Anticristo não os preceder) signos de signos, para que sobre eles se exercite a prece da decifração."

Livro O Nome da Rosa
Umberto Eco

Tradução de Aurora Fornoni Bernardini e Homero Freitas de Andrade
Editora Nova Fronteira S/A
2003

Boas leituras!

Nenhum comentário:

Postar um comentário