sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Guilherme Rovadoschi, do Picolé e Batatas fritas ao Senso do ridículo

Conhecendo nosso Projeto

Nosso amigo Guilherme Rovadoschi, recebeu pelo segundo ano consecutivo o Prêmio Unicos da Unisinos; queremos homenagea-lo e acreditamos que a melhor forma é colocá-lo para falar; afinal é o que de melhor jornalistas fazem, contar histórias... 
Parabéns Guilherme! 
Pela conquista e pela fome de vida! 
Seja um excelente profissional, mas antes e sempre, seja esse excelente ser humano que aprendemos a admirar. 

Prêmio Unicos 04/11/2015


"Eu sempre quis ganhar o Prêmio Unicos. Na minha pretenção estudantil, desde que entrei na universidade, em 2012, perseguia o pedaço de acrílico - na forma do número um - na maior premiação de jornalismo da faculdade em que estudo."

[ ... ]

"Escrevi, sem pretensões, um artigo chamado "Picolés e batatas fritas", para a Beta Redação, dirigida pelo estimado Felipe Boff, na qual divido todo o mérito pela liberdade em que foi proposta a ousadia do estilo do texto. Nele, eu colocava a tese que em momentos de crise, precisamos ter novas ideias e fortalecer os velhos ideais. Dito e feito: lá fui eu, mais uma vez, perder o Unicos."

[ ...]

"De lá, ao final da cerimônia, levei o Prêmio Unicos de Melhor Artigo Opinativo e, de quebra, faturei (junto com a primeira-dama Julia Ramona Michel Linck) o prêmio de Melhor Jornal Empresarial, pela criação da Revista Alles Blau."

Ah, já ia me esquecendo. O artigo está neste link: http://www.betaredacao.com.br/opiniao-picoles-e-batatas-fritas/

Prêmio Unicos 01/09/2016

[ ... ]

"Quando venci, com a alegria estufada em meu peito, senti o peso da responsabilidade: e o próximo Prêmio Unicos? O medo de ser um cavalo paraguaio, fábula antiga associada a todos que chegam até o meio do caminho e perdem força, me assolava diariamente. Meu ego pedia bis. Eu quis mais."

No texto desse ano, produzido para a Beta Redação - Esporte, comandada magistralmente por Sergio Endler e Felipe Boff, ousei em apontar a empulhação que é o Bom Senso Futebol Clube. O título do artigo: "Senso do ridículo"."

[ ... ]

"O texto é todo construído por uma traquinagem de pensamento: o Bom Senso Futebol Clube perdia, repetidamente, chances de demonstrar que era algo necessário para o futuro do esporte brasileiro. Com isso, o cavalo encilhado passava e deixava a montaria vazia. Escrevi o artigo com voracidade e desejei bem fundo: quero aquela sensação de vitória novamente. O goleiro já estava batido.

Hoje, no Auditório Padre Werner, fui agraciado com o bicampeonato na categoria Texto Opinativo do Prêmio Unicos. Uma honraria inédita nos cinco anos de disputa da premiação. Ninguém foi bicampeão em uma mesma categoria por dois anos seguidos. Eu fui. Meu ego pede mais."


Ei, o artigo está disponível, na íntegra, neste link: http://www.betaredacao.com.br/senso-do-ridiculo/

Boas leituras!

MilaResendes


Nenhum comentário:

Postar um comentário