quinta-feira, 28 de julho de 2016

28 de julho, Dia dos Agricultores... nos sentimos um.


O "agricultor" no caso seria o escritor, mas confesso que me sinto desempenhando esse papel a cada vez que recebemos as doações e é preciso verificar os livros, limpar, fazer pequenos reparos, coloca-los no Stand e observar seu adeus...

Já disse isso aqui, anteriormente, mas não canso de dizer: é indiscritivel a fisionomia das pessoas quando perguntam quanto é, e a gente respinde: é de graça! ... Nossa, os olhinhos brilham!

Ficam impressionados que esses livros espalhados entre o Stand propriamente dito, a cadeira com uma caixa de livros mais antigos e a Geladoteca, sejam realmente sem custo... Geralmente dizem que irão retornar trazendo livros de casa para doar, alguns retornam outros não...

Mas o mais gostoso é o sorriso no rosto, nosso por mais um livro ter sido adotado para leitura e a pessoa, por quase não acreditar que ainda podem existir coisas sem etiqueta de preço... Mágico, realmente mágico!

Boas leituras!

Nenhum comentário:

Postar um comentário